05 março 2015

Os primeiros dias de Zuzanna sobre o seu SVE na Associação Cultural Ginga Brasil Capoeira

Sem dúvida você foi a minha escolha
Sua chamada virou aperto
Com você deixei se ser folha 
Só mexida pelo vento
Ginga de coração



E este vento forte da costa portuguesa levou uma polonesa e um francês a fazer um trabalho voluntariado na Associação Cultural Ginga Brasil Capoeira. Tão paixão por Lisboa como e pela capoeira estiveram na origem da nossa decisão para tornar os sonhos em realidade. Mesmo que tenhamos a experiência diferente, tanto o Sélim como e eu já vivemos em Lisboa e tivemos a oportunidade de conhecer bem a cidade como e a cultura em que nos se encontramos. Eu como estudante do programa Erasmus na Universidade Nova de Lisboa e o Sélim como o instructor de Savate (boxe francês) em Lisboa Ginásio Clube. Nos primeiros dias de nosso voluntariado, cada um na sua propria maneira estava a adaptar-se à nova situação.

No meu caso, já no dia seguinte à minha chegada tive oportunidade de verificar as minhas expectativas. Ainda não vi a Lisboa, mas já fui a Peniche, a sede de um pequeno município, com as pessoas que, na época, desconhecia, para fazer a apresentação de capoeira que não tinha praticado muito tempo, no evento de candomblé, da cultura que esteve sempre presente no mundo ritualistico da capoeira mas por parte das capoeiristas ainda observada de longe ... após disso, já abençoada num ritual dedicado a Yemanjá, tomei certeza que estou entre as pessoas certas, no lugar certo e nenhuma pisadura ganhada durante os treinos, tão de capoeira como e de Savate, será capaz mudar isso.
Nossos dias são dedicados aos treinos, eventos, às reuniões, e aos projetos que junto com as outras associações implementamos no âmbito de promover a inclusão social, a igualdade de oportunidades e a tolerância através da capoeira, de Savate, da música e de esportes entre crianças e jovens.



Quais serão os nossos próximos passos ? O tempo mostra onde o vento nos levará...

Zuzanna

0 comentários:

Publicar um comentário