04 junho 2019

O testimunho da Nerea

Os últimos meses em Portugal foram mesmo intensos. No março tive a oportunidade de visitar a Madeira com 4 pessoas muito especias, the Special Force Team, outros EVS de Espanha, Alemanha e Luxemburgo.

A Madeira é incrível: natureza, cultura, boa comida e bebida. Eu, como biologa que sou, disfrutei imenso dos percursos na natureza, as plantas e animais endémicos e os paisagens. Voltei a ver a outros EVS que conheci no On Arrival e no Mid Term Training e que estão a fazer o seu EVS na Madeira. Foi uma viagem incrível.

No Caldeirão Verde, durante a nossa visita
a ilha de Madeira.

E na Pascoa visitei o norte do país. Voltei para o Gerês, a Parada do Bouro, perto do lugar onde correu o meo On Arrival Tranining. Durante esta viagem visitei Aveiro e Braga, e cumpli a minha promesa de comer uma francesinha uma vez por ano. O norte de Portugal é tão especial e bonito.

Aveiro mais bonite que nunca.


O trabalho na SPEA durante estos últimos meses também foi intenso. No março fui para Peniche ao X Congresso de Ornitologia da SPEA. Participei como parte do staff e também com a apresentação dum pôster sobre linhas eléctricas e aves de rapina noturnas. Foi muito fixe conhecer a muitas pessoas dedicadas a conservação das aves e da natureza, num ambiente distendido. 


Staff da SPEA durante o X Congresso de Ornitologia da SPEA.

No abril fui para a Ria de Aveiro a participar no festival de natureza ObservaRia. No meio da ria, rodeada de zonas humedas e de natureza, realizamos atividades de observação de aves para o público geral e ficamos o nosso stand para atender as pessoas e falar sobre a nossa ONG.

ObservaRia, com staff da SPEA e outras associações. 

Visitas de outras ex voluntarias que já são amigas e despedidas de outras decorreram durante estos meses. E agora é o meu tempo de dizer adeus a Lisboa. 11 meses a vivir na bonita capital lusa estão agora a acabar. Saudade, esta palavra é a que define-me neste momento. Saudade. Mas também estou muito obrigada por tudo e muito agradecida a gente que conheci durante este tempo por ter aparecido.

O meu novo tatuagem para lembrar-me 
sempre desta experiência.

Dou uma olhada no espelho antes de sair da minha casa em Lisboa e vejo a mesma pessoa, ainda que diferente, com as ideias mais claras, que tem certeza do que quer fazer agora.



0 comentários:

Publicar um comentário